Alopecia: você sabe o que causa esse problema capilar?



Alopecia é uma doença, em que ocorre a perda de cabelo em áreas que normalmente ele deveria crescer. O cabelo cai em grandes quantidades em áreas especificas, possibilitando a visão do couro cabeludo ou da pele antes coberta por cabelos ou pelos corporais.

COMO IDENTIFICAR?

O principal sinal indicativo de alopecia é a perda de mais de 100 fios de cabelos por dia, podendo ser percebido ao encontrar muitos fios de cabelo no travesseiro quando acorda, quando se lava ou penteia o cabelo ou quando se passa a mão pelos fios. Além disso, é possível também identificar a alopecia quando são visualizados no couro cabeludo regiões com pouco ou nenhum cabelo, como grandes falhas.

Apesar de acontecer principalmente na cabeça, os sinais indicativos de alopecia podem ser notados em qualquer região do corpo com pelo.

PRINCIPAIS CAUSAS

A doença é causada por diversos fatores como:

– Uso de medicamentos;
– Estresse;
– Produtos químicos;
– Doenças e condições subjacentes;
– Reação hormonal pós-parto;
– Má alimentação;
– Herança genética;
– Menopausa;
– Tricotilomania (impulso de arrancar fios de cabelo).

Por existirem diversas causas, existem também diversos tipos de alopecia. Já que causas diferentes resultam em tipos diferentes. Os principais tipos são:

ALOPÉCIA AREATA: causada por fatores autoimunes ou sistema emocional abalado, caracterizada por intensa queda de cabelo em determinadas áreas. A doença é a mesma com a qual sofre o ex-BBB Lucas Penteado.

ANDROGENÉTICA: também chamada de calvície, é causada por fatores genéticos, associados à taxa de testosterona na corrente sanguínea, e, por isso é mais frequente nos homens.

ALOPECIA TOTAL (TOTALIS): essa condição faz com que aconteça a perda de todos os fios de cabelo, sem afetar os outros pelos do corpo. Geralmente, é causada por herança genética, mas em alguns casos, tem fundo emocional.

ALOPECIA UNIVERSAL (UNIVERSALIS): essa é uma versão mais grave da alopecia total, em que além dos fios de cabelo, o indivíduo perde todos os pelos do corpo, incluindo sobrancelhas, cílios e pelos pubianos.

EFLÚVIO: o eflúvio é um período normal em que o cabelo cai naturalmente, mas quando este mecanismo encontra-se desregulado, pode haver um período maior de queda de cabelo, que normalmente responde bem aos tratamentos clínicos.

SEBORREICA: causada por uma dermatite, podendo ser tratada com o uso de medicamentos.

TRAUMÁTICA: causada pelo fato de o indivíduo ter o hábito de arrancar os fios de cabelos constantemente ou por traumatismos na cabeça.

TRATAMENTO

Para o tratamento da alopecia é recomendada uma consulta com o médico dermatologista para que as causas sejam identificadas e o tratamento seja bem direcionado.

Algumas opções terapêuticas, especialmente para casos mais graves, são o uso de medicamentos orais. Além disso, para casos mais leves ou para complementar os mais graves, pode ser vantajoso o uso de produtos cosméticos em loção ou ampolas, ou o uso de suplementos alimentares, de acordo com a orientação do dermatologista, já que também podem favorecer o crescimento do cabelo.

Existem ainda tratamentos específicos como a intradermoterapia e carboxiterapia, executados por um profissional, que só devem ser realizados, se recomendados pelo médico.

Fonte: ciadaformula