Caspa na barba: como evitar?



Menos comum do que a do couro cabeludo, a caspa na barba existe e é um mal que afeta muitos homens que aderem ao estilo barbudo. Alguns dos fatores que causam a caspa são: pele seca, excesso de oleosidade, acúmulo de sujeira, fungos e bactérias.

A dermatite seborreia, popularmente conhecida como caspa, é uma doença inflamatória da pele que, apesar de ser mais comum e frequente nos cabelos, também pode afetar outras partes do corpo, como orelha, sobrancelha, cílios, rosto e barba. Ao contrário do que muita gente imagina, a caspa não está ligada a uma possível falta de higiene.

A barba conserva, por características próprias, uma diferença em relação aos pelos do cabelo: seus fios são mais grossos e ressecam com maior frequência que do couro cabeludo. Isso acontece porque a pele do rosto não consegue hidratar o fio por inteiro. Assim, quanto maior for a barba, mais ressecada ficará nas pontas. Por sua vez, a pele por baixo dos pelos da barba fica mais seca e escamosa. Daí é que se forma a caspa nos pelos da barba.

SINTOMAS

Na barba, você não tem a mesma quantidade de caspa que tem no cabelo. Os sintomas que você consegue enxergar com mais frequência é a vermelhidão na pele, coceira e uma descamação mais leve e aparente. Além disso, as células mortas da pele que normalmente seriam removidas pela lavagem diária de um rosto sem pelos, ficam presas ao redor dos fios da barba, atraindo gordura e incentivando a formação de pelos encravados e inflamações na região.

CUIDADO COM AS MÃOS

Sabia que você também pode passar a oleosidade para os pelos faciais por meio das mãos? Nossas mãos têm glândulas que produzem sebo para lubrifica-las. Além disso, ela geralmente entra em contato com regiões muito mais oleosas, como os cabelos ou mesmo a pele, antes de tocar a barba.

Por isso, passar a mão toda hora na barba transmite essa oleosidade para a área que, em excesso, também pode levar a caspa.

COMO RESOLVER

Confira algumas dicas funcionais para resolver, ou mesmo aliviar, os problemas da caspa na barba.

1) Hidrate a pele sob os pelos faciais duas vezes ao dia usando um bom óleo para a barba. A ID Men conta com óleo para barba em diversas fragrâncias.

2) Pelo menos duas vezes por semana use um esfoliante facial sobre a área da barba inteira para remover as células mortas, flocos da pele e liberar os pelos encravados.

3) Higienize os pelos da barba durante o banho e depois das refeições.

4) No caso de caspa nos pelos faciais, você também pode aplicar o shampoo anticaspa em dias alternados e espere alguns minutos antes de enxaguar. Enxágue totalmente depois de ter completado o processo. Algumas vezes, a caspa aumenta com os resíduos do próprio shampoo.

5) Seque completamente a barba após o banho e antes de dormir. Evite secador na temperatura quente.

6) Tenha sempre em mãos um pente para alinhar a barba e retirar impurezas e possíveis caspa na barba.

7) Lave a barba frequentemente, não só durante o banho, mas após as refeições e sexo para evitar acúmulo de sujeira, suores e fluídos.

8) Lave as mãos com frequência com um sabonete para não passar a oleosidade, junto com fungos e bactérias para a região.

9) Não se barbeie a seco. Isso traumatiza mais a pele e o pelo pode encravar.

10) Higienize sempre as lâminas, pois elas podem acumular fungos. O ideal é trocar pelo menos uma vez por mês.

11) Antes de se barbear, use um shampoo para barba para diminuir as bactérias e fungos na região.

Fonte: https://manualdohomemmoderno.com.br/